Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação
Libras
Mapa do Site

Caxambu, domingo, 16 de junho de 2024 Telefone (35) 3341-0742

Atendimento Atendimento: Horário de Atendimento ao público: 8:00 ás 17:00

Domi
16/06
Parcialmente Nublado
Máx 26 °C
Min 11 °C
Índice UV
5.0
Segu
17/06
Parcialmente Nublado
Máx 24 °C
Min 11 °C
Índice UV
5.0
Terç
18/06
Parcialmente Nublado
Máx 24 °C
Min 10 °C
Índice UV
5.0
Quar
19/06
Parcialmente Nublado
Máx 25 °C
Min 12 °C
Índice UV
5.0

Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios

Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios

Em Minas Gerais foram criadas freguesias e paróquias subordinadas ao Bispado do Rio de Janeiro, em final do ano de 1745, quando foi instituído o primeiro bispado de Minas Gerais. Em Mariana, já existiam 51 paróquias. Contudo somente em 1748 assumiria o 1º bispo em Minas Gerais: frei D. Manuel da Cruz.


Em Caxambu, a primeira capela teria sido construída entre 1868  e 1872,  sob a invocação de Nossa Senhora dos Remédios, em decorrência das curas obtidas pelas águas minerais, nomeando o arraial que se formava. Como o povoado era ainda muito pequeno, a paróquia ficou sob  jurisdição eclesiástica de Baependi.




O local no  qual a capela foi erguida era conhecido como Largo do Cruzeiro (onde hoje é a Praça Alfredo Pinto) e teve grande apoio do comerciante José Maria da Costa Guedes. Logo depois, em 16 de novembro de 1875, o povoado das Águas Virtuosas de Baependi foi elevado à condição de freguesia, o que transformou a capela de Nossa Senhora dos Remédios em paróquia.


Em 1892, com o crescimento do povoado, o pároco da igreja matriz Nossa Senhora de Montsserrat de Baependi, monsenhor Marcos Nogueira, decidiu iniciar a obra de uma nova igreja. A capela foi desativada e as missas transferidas  para a  igreja de Santa Isabel da Hungria inaugurada em 1897.




Com o final das obras, houve a instalação da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, no dia 1º de janeiro de 1906, e reconhecida canonicamente em 1907, pelo então bispo de Pouso Alegre, D. João Batista Corrêa Nery.


O primeiro pároco da paróquia foi monsenhor José João de Deus, que em 1930 reformou a igreja e mandou construir a torre e colocar a cruz no alto da igreja. O teto da igreja era pintado; nele se via a figura da Virgem Maria, com um manto azulado, rodeada por muitos anjos, pintada por Chiquinho Marceneiro.









Em 1952, houve novas reforma com o padre José de Castilho Moreira e trabalho artístico de Nestor Arant, com as instalações da sacristia, reforma do telhado, e substituição do teto  por um de madeira envernizada.




Houve um tempo em que se cogitou na demolição  da igreja para a construção de uma nova, até um plebiscito foi realizado pelo padre Guilherme Porto, em 1974,quando os paroquianos votaram a favor da construção de uma nova igreja matriz. Contudo o projeto não se realizou e a igreja matriz manteve-se em pé.


Em 1982, o padre José Roberto Nogueira Pereira iniciou a pintura interna, quando foram retirados dois confessionários e substituídos por dois oratórios: um com a imagem de São José e o outro com a imagem de Santo Antônio, além do retorno da imagem de Nossa Senhora dos Remédios para o altar principal.


Reformas foram feitas também pelo padre Marcos Aurélio Freitas Lima, que instalou uma grade de madeira nos altares laterais com intuito de proteger as imagens e contratou o arquiteto Ricardo Stimbak para realizar projeto da parte externa da matriz. Nesse momento, foram colocados chafarizes, bancos e canteiros, além de um jardim na parte lateral da igreja com uma gruta de Nossa Senhora de Lourdes. Houve também a instalação de iluminação de modo a valorizar a arquitetura e o patrimônio histórico do município.


Alguns outros párocos também trabalharam na preservação de nosso patrimônio cultural, entre eles: o padre Wilson Antônio Marciano que em 2006 iniciou reformas e pintura interna da igreja que foram continuadas pelo padre José Douglas Baroni, que assumiu a paróquia em 14 de fevereiro de 2007.




Localização: Praça Alfredo Pinto, s/n.

Horários e dias de visitação: segunda a sábado: 8h às 20h.
Domingo: 6h às 11h e 17h às 21h.

Voltar para Uma Luz na História (Autoguiado) :: Página Inicial⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠


Roteiros

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

HORÁRIO DE ATENDIMENTO:

Horário de Atendimento ao público: 8:00 ás 17:00

SIGA NAS REDES SOCIAIS

FacebookInstagramYouTube

CONTATO

Rua José Carlos Levenhagen Mello, 78
Centro
Caxambu - MG
CEP: 37440-000
Telefone: (35) 3341-0742
E-mail: turismoecultura@caxambu.mg.gov.br

Ver Localização

Versão do sistema: 2.0.0 - 14/06/2024

Portal atualizado em: 27/05/2024 18:31:15

Turismo & Cultura de Caxambu - MG.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.